Sunday, 25 May 2008

it's got to be big

Estava há um mês procurando esse remix que escutei na Radio 1, mas simplesmente não peguei o nome quando escutei.

Por sinal, toda sexta Radio 1 tocam várias dessas pérolas antigas das pistas. Muito bom.

Procurei por tudo quanto é jeito na internet [tanto que o post anterior é de outro vídeo "das antiga" que me deparei durante essa minha caçada]: tentando imaginar o que essa tal moça dizia na letra da música, palavras-chave como "hit", "club", "90s", "dance"; ver se a Radio 1 disponibilizava lista das músicas tocadas na programação [ela não disponibiliza].

E nada.

Até que ontem na festa de aniversário dos meus housemates rolou essa música e aí que fui descobrir, depois de sair gritando para descobrir quem era a pessoa iluminada que tinha feito eu ganhar meu dia com esse brilhante iPod; que era Tori Amos remixada por Armand van Helden.

Tori Amos nunca me emocionou. Dele eu já gostava, mas ganhou todos os louros depois que descobri que esse remix era dele.

Esse remix me lembra início dos anos 90, mas na real ela é de 96, então não sei mais nada.

Estava comentando com um amigo esses dias de como as músicas têm esse poder de abrirem os nossos baús de lembranças e trazerem todas elas à tona por minutos. Fantástico.


Voilà:



Sunday, 4 May 2008

bubbles

Quarta-feira passada fui convidado pelo Eduardo e Marcos para a festa da faculdade onde Eduardo estuda. Eles fazem todo fim de term uma festa em algum beco classy de Londres.

Dessa vez foi no Amika.

Quando o champagne, que era servido gratuitamente, acabou, pedimos o menu de bebidas no champagne bar para ver o que eles serviam e os preços.

Tivemos que trazer o menu conosco e escaneei para mostrar que não é mentira:


Para quem não conseguiu ver tudo, só basta o primeiro item. Uma garrafa metuselah [aquelas de fórmula 1] de Louis Roederer Cristal pela bagatela de £30.000.

Pensei que eles tinham produto com tal preço no cardápio só para atrair o povo do dinheiro, mas falando com uma amiga que já trabalhou num lugar que tinha champagne com esse preço na City, ela me disse que já vendeu 7 dessas em uma noite, uma em cada mesa, quando o City people ganha seus bonus milionários.

Não sou falso moralista, jogo comida fora sem pensar nas crianças morrendo de fome, mas um garrafa de suco de uva podrinho com bolhas custar esse preço, eu acho demais.

E deixo vocês imaginando o que daria para comprar com o preço dessa garrafa.

About Me

My photo
London, United Kingdom

Blog Archive


#